Alves e Reis vão às quartas em Porto Alegre

Início    /    Tênis    /    Alves e Reis vão às quartas em Porto Alegre
Por Raphael Favilla  •  01 de Março de 2018

O Brasil segue com chances de título também na categoria mundial da 35ª edição do Campeonato Internacional Juvenil de Tênis de Porto Alegre. Em uma quinta-feira ensolarada e de bastante calor, dois representantes garantiram vaga nas quartas de final na Associação Leopoldina Juvenil.

O pernambucano João Lucas Reis, 11º favorito e 33º colocado do ranking, virou contra o argentino Thiago Tirante, sétimo favorito e 23º colocado, por 3/6 6/2 6/1. Tirante havia batido o companheiro de treinos de João, Igor Gimenez, em batalha de três horas na quarta-feira: "A partir do segundo set consegui manter a bola firme e funda e também me aproveitei dos erros dele e deslanchar no segundo e terceiro. Saquei muito bem e estou bem feliz com essa vitória", disse João que encara o colombiano Nicolas Mejía, oitavo do mundo e principal favorito. Será a primeira vez do jogador do Recife nesta fase na categoria mundial: "Estou bem feliz, venho jogando muito bem desde duas semanas atrás, sempre um bom nível. Me sinto muito bem e quero ganhar o torneio".

Mejía também suou no forte calor para derrotar o suíço Henry Von der Schulenburg, 125º, por 6/3 3/6 6/3: "Não joguei tão bem, os dois dias anteriores tinha atuado melhor, muito sólido. Ele também jogou muito bem, variou bem o saque, me incomodou, ficou sólido. Ele me fez errar mais, a verdade é que estou feliz por poder avançar",apontou Mejía: "Jogamos há duas semanas no Paraguai, consegui ganhar em dois sets, mas aqui será em diferente, casa dele Hoje ele teve uma partida difícil também, precisarei estar preparado para uma batalha pois será bem difícil".

Mateus Alves (foto), pupilo de Thiago Alves, ex-top 100 mundial, superou o americano Drew Baird, 13º colocado e quarto favorito, por um duplo 6/4 conseguindo duas quebras de serviço no décimo game de cada parcial: "Foi um jogo muito duro, era um cabeça de chave perigoso. Um cara que sacava muito bem. Estava bem difícil, game e saque. Tive de manter a intensidade e foco o jogo inteiro, principalmente nos meus serviços. No primeiro set eu consegui a quebra no último game, ficando no saque dele. Já no segundo mantive e consegui a mesma intensidade para pegar ele no último game”, disse o brasileiro de São José do Rio Preto que duela contra o japonês Naoki Tajima, quinto favorito e 15º. Tajima eliminou o brasileiro Gilbert Klier por 7/6 (7/3) 6/3.

Segundo pré-classificado e sexto do ranking, o argentino Sebastian Baez segue embalado. Campeão do Banana Bowl no último final de semana ele bateu o brasileiro Matheus Pucinelli por 6/3 6/1: “Primeiro set eu arranquei muito bem em uma partida muito difícil. Ele era um atleta que me obrigava a ser perfeito no jogo. Já o segundo set ele errou um pouco mais no princípio e eu aproveitei cada bola. Depois fui muito bem, como em todo o jogo e posso ir adiante no torneio", comentou Baez que encara o romeno Filip Jianu.

Colombiana arrasa e vence a 26ª seguida

No feminino a colombiana Maria Osorio Serrano manteve a invencibilidade que já dura 26 partidas e garantiu vaga nas quartas de final. Abrindo o dia na quadra 1 ela derrotou a american Chloe Beck, 74ª colocada, por 6/2 6/1 e vai encontrar a georgiana Ana Makatsaria, 12ª favorita e 70ª, que derrotou a americana Peyton Stearns com parciais de 7/5 7/6 (8/6).

“A partida foi muito boa, graças a Deus. Fiz as coisas bem. No primeiro set tive bastante trabalho. Suei bastante para chegar no 3/1. Comecei a sacar e aumentei o score fazendo 6/2. No segundo comecei a somar, somar e somar e joguei melhor e acabei vencendo. Agora é me preparar para a próxima partida”, apontou a tenista que não perde desde o fim de outubro no Masters juvenil. Ela segue em busca do quinto troféu seguido. Venceu na Costa Rica, Colômbia, Paraguai e Banana Bowl, em Criciúma (SC).

Apenas mais duas cabeças de chave avançaram no feminino. A americana Lea Ma, quinta pré-classificada, derrotou a francesa Mylene Halemai por 3/6 6/2 6/2 e duela contra a dinamarquesa Clara Tauson, 14ª favorita, que derrotou a americana Sabina Dadaciu por 1/6 6/3 6/1.

Elizabeth Handlik, 10ª cabeça, filha da campeã de quatro Grand Slams, Hana Mandlikova, foi eliminada pela americana Kacie Harvey por 6/3 6/2. Harvey mede forças contra a francesa Manon Leonard que derrotou a americana Hailey Baptiste por 6/4 6/2.

Publicidade