Bellucci desperdiça dois match-points e é eliminado em Gstaad

Início    /    Tênis    /    Bellucci desperdiça dois match-points e é eliminado em Gstaad
Por Raphael Favilla  •  21 de Julho de 2016

Bicampeão do ATP 250 de Gstaad, o paulista Thomaz Bellucci não se deu bem este ano na Suíça. Vencedor do torneio em 2009 e 2012 e semifinalista no ano passado, o brasileiro foi superado na estreia, nesta quinta-feira, pelo alemão Dustin Brown, por 2-6, 7-6(7-4) e 6/1, após 1h30 de partida.

Bellucci começou muito bem na partida, vencendo com facilidade o primeiro set. Na parcial seguinte, o brasileiro chegou a ter dois match-points quando Brown sacava em 5-6, mas não aproveitou a vantagem e perdeu depois o tiebreak.

Bellucci não conseguiu reagir no set decisivo. O resultado negativo na segunda parcial parece ter mexido com o brasileiro, que praticamente selou a derrota na partida ao levar duas quebras seguidas e ter 5-0 contra si no terceiro set. O paulista confirmou um serviço antes de ver Brown sacar para o jogo e ficar a com a vitória de virada.

O alemão conseguiu devolver a derrota sofrida no quali de Gstaad em 2009, no então único confronto com Bellucci no circuito. Classificado para as quartas de final, Brown terá pela frente o vencedor do duelo entre o russo Mikhail Youzhny e o bósnio Mirza Basic.

O melhor tenista brasileiro da atualidade segue para a Itália, onde jogará o challenger de Biella. Disputado no saibro, é o último torneio de Bellucci antes dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, que acontecem de 6 a 14 de agosto.

Ex-número 21 e atual 49º do ranking mundial, Thomaz ainda terá a dura missão de defender pontos nas próximas semanas. E uma boa campanha em Biella pode minimizar uma possível queda, já que o torneio de 85 mil euros dá 110 pontos ao campeão. Na próxima segunda-feira, Bellucci terá 45 descontados referentes às quartas do ATP de Bastad do ano passado. Já na semana seguinte, caem outros 90 pela semi de Gstaad em 2015.

O paulista ainda tem outros 135 pontos a descontar em agosto, sendo que ele não poderá disputar o Masters 1000 de Toronto (que acontece já na semana que vem) e não conseguiu entrar direto na chave em Cincinnati.

Chuva interrompe Monteiro a quatro pontos da vitória

Terceiro melhor tenista do Brasil e 110º do ranking mundial, Thiago Monteiro encarou o francês Gilles Simon (30º) em Gstaad. Após vencer o primeiro set por 6-2 e liderar por 4 a 3 o segundo, com três chances de quebra favoráveis no oitavo game, o cearense viu a chuva adiar a decisão para o dia seguinte.

Podendo abrir 5 a 3 para ter a chance de sacar para a partida, Monteiro volta à quadra na manhã desta sexta-feira. O vencedor enfrenta nas quartas de final o holandês Robin Haase (95º), que derrotou o argentino Horacio Zeballos (73º) por 2 sets a 0, com parciais de 7/6 (5) e 6/4.

Demoliner cai nas duplas

Já o brasileiro Marcelo Demoliner e o neozelandês Marcus Daniell foram eliminados nas quartas de final. A dupla foi batida pelo croata Mate Pavic e o neozelandês Michael Venus por 7-6 (7-3) e 7-6 (7-5). Na semifinal, encaram os indianos Purav Raja e Divij Sharan.

Publicidade