Brasil convoca atletas para Sul-Americano 14 anos na Colômbia

Início    /    Tênis    /    Brasil convoca atletas para Sul-Americano 14 anos na Colômbia
Por Raphael Favilla  •  04 de Abril de 2019

O time brasileiro está definido para a disputa do Sul-Americano 14 anos em Cali, na Colômbia, entre 29 de abril e 5 de maio. O torneio classifica as três melhores equipes do masculino e as duas melhores do feminino para o mundial da categoria, que será em Prostejov, na República Tcheca, em agosto.

Entre os garotos, foram chamados o mineiro William Norton, o paulista Lucas Andrade da Silva e o gaúcho Gustavo Tedesco, que já jogou o Sul-Americano da categoria no ano passado. No feminino, compõem o time a gaúcha Amanda de Oliveira, a catarinense Carolina Laydner e a paranaense Isabelle Torres. Santos Dumont será o capitão dos meninos, enquanto Roberto Carvalho terá a missão de ser o técnico das mulheres.

"A expectativa, olhando para essas duas equipes, é muito boa do ponto de vista técnico. Então, estamos bastante confiantes sobre alcançar a classificação para os respectivos mundiais. O Brasil sempre vai em busca do título, então esse é o nosso objetivo. O Lucas e o Gustavo já jogaram o Sul-Americano 12 anos, têm alguma experiência em competições internacionais por equipes, assim como a Amanda e a Carolina. O William e a Isabelle é a primeira vez, mas eles têm bastante experiência em torneios Cosat em nível individual", analisa o diretor de Alto Rendimento da CBT, Patricio Arnold.

Os tenistas foram convocados de acordo com o regulamento do Infantojuvenil da Confederação Brasileira de Tênis. As duas primeiras vagas são definidas de acordo com o ranking (ITF, Cosat e CBT), e o terceiro atleta é uma indicação técnica do Departamento Infantojuvenil da CBT.

"O Brasil vai muito bem representado para o Sul-Americano, tanto dentro quanto fora de quadra. Foram escolhidos capitães que têm bastante experiências, que já comandaram outras equipes em várias oportunidades. Eles vão poder passar toda a tranquilidade para esses meninos e meninas para que possam defender o Brasil e desempenhar bem suas funções para atingir a meta de conquistar a vaga para o mundial", aponta o gerente de Esportes e Eventos da CBT, Eduardo Frick.

Técnico experiente no país, com mais de 30 anos como professor e treinador, Santos Dumont encara com otimismo a missão de conduzir os garotos à meta.

"Estou feliz em voltar a trabalhar com alguma equipe do Brasil. Eu conheço bem esses garotos, acompanho desde que eles têm 10 anos, sei como jogam, como são. É uma equipe bem forte, com boas chances de ir bem. Vamos em busca da classificação", destaca o capitão.

O entusiasmo é compartilhado por Roberto Carvalho, que é treinador de tênis desde 1995 e foi capitão das meninas que chegaram ao terceiro lugar no Mundial por equipes até 16 anos em 2012.

"A expectativa é grande por ser um torneio muito importante. Temos uma equipe homogênea, com três jogadoras muito boas. Conheço todas, pois estamos sempre juntos viajando no circuito juvenil. Penso que é uma das categorias mais importantes do juvenil e espero poder ajudar, com minha experiência, a cada uma", diz.

A expectativa é que a delegação embarque para a Colômbia em 26 de abril para que possa se ambientar ao local das disputas em Cali. A fórmula de disputa será a mesma das edições anteriores, com as equipes divididas em dois grupos, sendo que o campeão de cada grupo faz a final (e fica com a vaga no mundial). Os dois segundos colocados se enfrentam para definir a terceira colocação e, consequentemente, com quem fica a última vaga para o mundial feminino.


Publicidade