Brasil derrota a Bolívia e evita o rebaixamento na Fed Cup

Início    /    Tênis    /    Brasil derrota a Bolívia e evita o rebaixamento na Fed Cup
Por Raphael Favilla  •  11 de Fevereiro de 2017

Mesmo sem contar com Teliana Pereira, a equipe brasileira da Fed Cup venceu o confronto contra a Bolívia por 2 a 0 e evitou o rebaixamento no último dia de disputas do Zonal Americano I nas quadras duras do Club Deportivo la Asuncion, em Metepec, no México.

Poupada depois de ter feito sete partidas entre simples e duplas na última semana, Teliana Pereira deu lugar à jovem de 19 anos Luisa Stefani, 699ª do ranking. A paulista que treina nos Estados Unidos venceu seu primeiro jogo de Fed Cup.

luisa-stefani-fed-cup Aos 19 anos, Luisa Stefani venceu seu primeiro jogo de Fed Cup

A vitória por 6/4, 6/7 (0-7) e 7/6 (7-3), em 2h19 de partida, foi a primeira de Luisa na Fed Cup. No último dia de disputas do Zonal, a gaúcha Gabriela Cé, de 23 anos, também fez a sua parte ao vencer Noelia Zeballos com um duplo 6/3, em 1h21. A canhota tem agora cinco vitórias na Fed.

A Venezuela também afastou o perigo do rebaixamento ao vencer o México por 2 a 0. O Paraguai derrotou a Argentina por 2 a 0 e ficou em terceiro lugar na eliminatória das Américas. Quem ficou em primeiro foi a jovem equipe do Canadá, que levou a melhor nos dois duelos contra o Chile. Na primeira partida, Katherine Sebov, de 18 anos, passou pela chilena Barbara Gatica por um duplo 6/2. Na sequência, foi a vez da canadense Bianca Andreescu, de apenas 16, derrotar Daniela Seguel por 6/1 e 6/3. A equipe do Canadá assegurou o lugar nos playoffs do Grupo Mundial II, que serão disputados de 22 a 23 de abril.

No formato da Fed Cup, o Grupo Mundial I reúne as oito melhores seleções, enquanto o Grupo Mundial II tem outros oito times. Há ainda as divisões continentais, que dão vaga ao Grupo Mundial. O Brasil lutou e conseguiu no fim se manter na segunda divisão das Américas. Ao longo de sua campanha no México, o Brasil perdeu para a Colômbia por 2 a 1, passou pelas locais (3 a 0) e caiu diante das argentinas por 2 a 1.

Publicidade