Copa Davis: Rogerinho perde e Equador larga na frente no confronto

Início    /    Tênis    /    Copa Davis: Rogerinho perde e Equador larga na frente no confronto
Por Raphael Favilla  •  15 de Julho de 2016

Surpresa em Belo Horizonte. Melhor ranqueado e jogando ao lado da torcida, o paulistano Rogério Dutra Silva (90º) foi derrotado na primeira partida do confronto com o Equador, pelo Zonal Americano I da Copa Davis. Jogando muito bem, o equatoriano Emilio Gomez (317º) superou o brasileiro por 3 sets a 1, parciais de 4-6, 7-5, 6-0 e 6-4.

Este foi a quarta derrota de Rogerinho em dez jogos pelo time nacional da Davis. Ele só voltará a jogar na arena mineira caso o confronto contra o Equador se estique à quinta partida na tarde de domingo, quando então enfrentaria Roberto Quiróz.

Quiroz entra em quadra ainda nesta sexta-feira. Cabe a Thomaz Bellucci buscar o empate para o Brasil. No sábado é a vez do jogo de duplas entre Marcelo Melo e Bruno Soares contra os mesmos equatorianos que disputam os jogos pelas simples.

O jogo

O brasileiro começou a partida do jeito que se esperava. Aproveitou-se do nervosismo do adversário e obteve logo uma quebra. No game seguinte foi a vez do equatoriano ter três oportunidades de quebras, salvas por Rogério. Com 2 a 1 de vantagem, o tenista número 2 do Brasil finalmente conseguiu abrir uma quebra de frente e fazer 4 a 1. Mas pouco depois também perdeu o saque. Na hora de sacar com 4-5, Gomez  errou demais e Rogerinho dominou totalmente. Sem forçar o jogo e contando com os erros do oponente, conseguiu a quebra e fechou o primeiro set por 6-4.

Assim como na primeira parcial, o segundo set começou equilibrado, desta vez com menos chances de quebra no início. Gomez procurou ser mais agressivo no segundo set e a tática não funcionou. O paulista obteve nova quebra e saltou para 4-2. Daí em diante a coisa desandou. Rogerinho ficou muito instável, escolhendo mal golpes e apressado. Pior ainda, a bola encurtou e Gómez pode colher frutos da tática ousada. O filme do primeiro set, que ia se repetindo no segundo, terminou de maneira diferente. No décimo primeiro game, Emilio Gomez quebrou o saque de Rogerinho e logo na sequência fechou a segunda parcial por 7-5, empatando o jogo em 1 a 1.

Diante da torcida incrédula, Rogerinho ganhou apenas oito pontos em todo o terceiro set. Resultado: um  'pneu'! 6-0 para Gomez em apenas 22 minutos.

Rogério iniciou melhor o quarto set e teve duas chances de quebra, mas que não foi confirmada. Em contrapartida, no quinto game, o brasileiro sacou mal e cedeu a primeira quebra da parcial para Emilio Gomez. Com a vantagem no placar e a confiança lá em cima, o equatoriano teve trabalho no último game do jogo e salvou break points, mas confirmou o saque para fechar o set em 6-4 e vencer o jogo por 3 a 1.

Publicidade