No primeiro dia de final, uma vitória para cada lado na Copa Davis

Início    /    Tênis    /    No primeiro dia de final, uma vitória para cada lado na Copa Davis
Por Raphael Favilla  •  25 de Novembro de 2016

Copa Davis sem emoção não é Copa Davis. Quando se trata de uma decisão do torneio mais importante de confederações o caldo engrossa. E se de um lado estiver a apaixonada torcida argentina aí é que o enredo ganha dimensão de uma epopeia.

Pois não faltou emoção no primeiro dia da grande final entre croatas e argentinos. O atleta da casa Marin Cilic teve que superar os seus altos e baixos para anotar o primeiro ponto da Croácia. Empurrado por uma Arena Zagreb lotada, Marin Cilic começou muito bem diante de Federico Delbonis, mas depois teve um apagão e se complicou no jogo, precisando no fim de cinco sets para selar a vitória, com placar final de 6/3, 7/5, 3/6, 1/6 e 6/2, após 3h30 de jogo. Nem a presença de Maradona, gritando de um camarote, ajudou o tenista hermano. Haja coração!

"A torcida ajudou a permanecer no jogo, que não foi fácil. No início do quinto set tentei apenas permanecer mentalmente focado para conseguir a quebra, que fez uma enorme diferença", completou o jogador de 28 anos, sexto do mundo, agora com 22 vitórias e nove derrotas em partidas de simples na Davis.

O segundo duelo não deixou as torcidas esmorecerem. O jogo entre Ivo Karlovic e Juan Martin Del Potro seguiu à risca o roteiro dos encontros entre dois ótimos sacadores. Ainda que o croata tenha liderado com folga nos aces por 35 a 15, o argentino foi mais eficiente nos games e sequer enfrentou break points na vitória por 6/4, 6/7 (6-8), 6/3 e 7/5 em 3h18 de partida.

A vitória de Del Potro faz com que o primeiro dia das finais da Copa Davis entre Croácia e Argentina termine empatado por 1 a 1. Neste sábado, ao meio-dia (de Brasília), acontece um duelo de duplas em Zagreb. Os anfitriões terão Ivan Dodig e Franko Skugor, enquanto os visitantes devem escalar Leonardo Mayer e Guido Pella.

O empate por 1 a 1 também garante não haverá definição do confronto ainda no sábado. Há possibilidade de a série ser encerrada no próximo domingo, às 11h (de Brasília), com Juan Martin del Potro e Marin Cilic. O argentino lidera o histórico por 8 a 2.

Publicidade