Só falta uma!

Início    /    Tênis    /    Só falta uma!
Por Raphael Favilla  •  23 de Maio de 2018

Thomaz Bellucci está a um triunfo da classificação para a chave principal de Roland Garros. Nesta quarta-feira, o brasileiro obteve a segunda vitória no qualifying do Grand Slam parisiense ao superar o espanhol Daniel Gimeno-Traver, 214º colocado no ranking da ATP, por 2 sets a 1, com parciais de 6/1 e 7/6 (9/7), em 1 hora e 22 minutos de confronto.

"Comecei jogando super bem hoje. O primeiro set e a metade do segundo foram impecáveis. Depois me desconcentrei um pouco, cometi alguns erros e o jogo ficou super apertado. Mas, acho que foi positivo. Consegui subir o meu nível, comparado a outros jogos e terminar em alta", disse o canhoto de Tietê.

Número 269 do mundo, Bellucci está distante dos seus melhores momentos no tênis, mas possui larga experiência em Roland Garros, já tendo participado de novas edições do evento parisiense, sendo que a sua melhor campanha foi alcançada em 2010, quando ele parou nas oitavas de final.

Para voltar a disputar a chave principal de Roland Garros, Bellucci precisa de mais uma vitória. E o seu rival pela vaga no Grand Slam francês vai ser o belga Ruben Bemelmans, o número 111 do mundo. Eles já se enfrentaram uma vez em chaves principais de torneios e o brasileiro se deu bem, o derrotando na edição de 2016 de Wimbledon. Além disso, soma duas vitórias e um revés em qualifyings.

O primeiro set foi muito tranquilo para Bellucci, que venceu doze dos treze primeiros pontos disputados para começar vencendo por 3/0. O paulista confirmou três games de serviço de zero e só perdeu dois pontos com o próprio saque, além de votar a quebrar no sexto game para ampliar a vantagem no placar.

Ainda que o paulista tenha perdido um game de saque no começo do segundo set, duas quebras seguidas contra o rival espanhol indicavam uma vitória tranquila. Bellucci chegou a liderar por 4/2, mas permitiu o empate e teve que salvar dois set points antes de forçar o tiebreak.

Com muitos erros não-forçados, o ex-top 30 perdeu quatro pontos pontos seguidos e viu o rival liderar por 6-2. Ameaçado, o paulista voltou a jogar em bom nível e buscou o empate por 6-6. Nas trocas de vantagem, Bellucci ainda teve que salvar mais um set point antes de ter a primeira chance de vencer o jogo e aproveitá-la.

Além de Bellucci, o Brasil ainda tem outro representante no qualifying de Roland Garros. Se trata de Rogério Dutra Silva, o número 132 do mundo, que triunfou na sua estreia e agora vai enfrentar o eslovaco Andrej Martin, 164º colocado do ranking, na segunda rodada do qualificatório, em duelo marcado para quinta-feira.

Publicidade