Wimbledon cancelado pela primeira vez em 70 anos

Início    /    Grand Slam    /    Wimbledon cancelado pela primeira vez em 70 anos
Por Nittenis News  •  01 de Abril de 2020

Como já era esperado, o torneio mais tradicional do história do tênis mundial foi cancelado nesta quarta-feira e não será jogado na temporada 2020.

A decisão anunciada pelo All England Lawn Tennis, local onde se realiza o evento, foi tomada em razão da pandemia pelo novo coronavírus e considerando que não haverá tempo suficiente para que todo o suporte necessário para a realização da competição esteja pronto antes do dia 29 de junho, data prevista para o início dos jogos.

Ao mesmo tempo, em decisão tomada em conjunto pela ITF, ATP e WTA, ficou igualmente cancelada a temporada de grama deste ano. A previsão para o retorno das competições chanceladas por estas entidades foi programada para o dia 13 de julho.

A seguir, a integra da Nota emitida pelo All England Lawn Tennis and Croquet Club, em Londres.

"É com grande pesar que a Diretoria Principal do All England Club (AELTC) e o Comitê de Gestão do Campeonato decidiram hoje que o Campeonato 2020 será cancelado devido a problemas de saúde pública relacionados à epidemia de coronavírus. O 134º Campeonato será realizado de 28 de junho a 11 de julho de 2021.


Com a probabilidade de as medidas do governo continuarem por muitos meses, é nossa opinião que devemos agir com responsabilidade para proteger o grande número de pessoas necessárias para preparar o Campeonato sem correrem riscos - desde o treinamento dos boleiros e boleiras até milhares de oficiais, juízes de linha, membros do conselho, jogadores, fornecedores, mídia e prestadores de serviços que se reúnem na sede da AELTC - e igualmente consideram que as pessoas, suprimentos e serviços legalmente necessários para organizar o Campeonato não estariam disponíveis em nenhum momento neste verão, determinando assim adiamento.

Nossos esforços agora serão focados em contribuir para a resposta de emergência e apoiar as pessoas afetadas pela crise do coronavírus. Começamos a distribuir equipamentos médicos e oferecemos o uso de nossas instalações ao NHS e à London Resilience Partnership, o grupo de agências em Londres que lutam a batalha contra o COVID-19".


Publicidade